Home / Dúvidas / Problemas em arrematar carros em outro Estado?

Problemas em arrematar carros em outro Estado?

A montadora francesa Renault planeja cortar ainda mais sua produção para reduzir estoques de carros não vendidos até o final de 2008. A idéia é trazer o estoque para o mesmo nível do final do ano passado. REUTERS/Benoit Tessier

Com a grande quantidade de sites de leilão pela internet muitos querem aproveitar as oportunidades em leilões automotivos de estados vizinhos. As vezes há poucos leilões no seu estado ou os preços são mais baixos em leilões mais distantes, mas o medo de comprar e ter algum problema impede que você faça o lance.

Em termos de documentação e procedimento não há nenhum problema em comprar um veículo de outro estado, seja de leilão ou não. No entanto, você precisa ficar atento para algumas peculiaridades que podem passar desapercebidas.

Os custos de aquisição do veículo são praticamente os mesmos: a comissão do leiloeiro,  os valores de reparos, as vistorias no DETRAN… Mas não podemos nos esquecer de que é comum o leiloeiro entregar o veículo apenas com a “nota de leilão”. Isso significa que você terá de esperar alguns dias para retirar o CRLV – documento para rodar.

E por que isso faz diferença para veículos de outro estado?

Como o carro ou moto que você deu o lance não pode rodar em vias públicas sem a documentação necessária, você terá que gastar com guinchos e transporte do leilão até o local que você guardará o veículo. Isso acaba encarecendo muito essa despesa quando é necessário viajar grandes distâncias entre os estados…

O valor do lote precisa valer muito mais a pena em leilões distantes do que em leilões próximos, pois assim não é preciso acrescentar custos extras com transporte e deslocamento que nos atrapalham na hora da compra.

Deixe uma resposta